quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Digerindo tudo!

Refletindo sobre minha desintoxicação de informação (nesse post) encontrei algo que vai de encontro com o que acredito, mas ainda não tinha percebido: preciso de uma desintoxicação geral. Mais do que isso, preciso aprender a conter meus excessos.

Informação e alimentação principalmente. Estou cheia demais de tudo. Alimentando meu corpo por um ansiedade que está se transformando em compulsão. Minha mente soterrada de informação porque tenho medo de onde meus pensamentos podem me levar.

Estômago cheio. Cabeça cheia. E eu com a sensação que não é suficiente. Sinto isso tão errado.

Preciso mesmo esvaziar. Escrever mais que ler.

Digerir tudo que está aqui antes de me alimentar de novo.

E então quando estiver vazia. Selecionar melhor os alimentos do estômago e da mente. Aproveitar melhor, degustar melhor e aprender a me satisfazer (ou reconhecer a satisfação).

Pausa nos blogs e na cozinha.

Vamos devagar, Roberta. 

2 comentários:

  1. Chávena de Chá>>> contoseparabolas.no.sapo.pt/03outros/zen.htm‎

    Um professor de filosofia foi ter com um mestre zen, Nan-In, e fez-lhe perguntas sobre Deus, o nirvana, meditação e muitas outras coisas. O Mestre ouviu-o em silencio e depois disse.
    - Pareces cansado. Escalaste esta alta montanha, vieste de um lugar longíquo. Deixa-me primeiro servir-te uma chávena de chá.
    O Mestre fez o chá. Fervilhando de perguntas, o professor esperou. Quando o Mestre serviu o chá encheu a chávena do seu visitante e continuou a enche-la. A chávena transbordou e o chá começou a cair do pires até que o seu vistante gritou:
    - Pára. Não vês que o pires está cheio?
    - É exactamente assim que te encontras. A tua mente está tão cheia de perguntas que mesmo que eu responda não tens nenhum espaço para a resposta. Sai, esvazia a chávena e depois volta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente assim que me sinto! Tentando esvaziar a xícara!

      Obrigada por compartilhar, beijos!

      Excluir